Óleo de Argan

As mulheres marroquinas usam o óleo de argão há muitos anos pelos seus benefícios na pele e no cabelo. Mas o que é o óleo de argão e o que o faz ser tão eficaz?

O óleo é produzido com os grãos das árvores de argão que são nativas de Marrocos – esses grãos são ricos em óleo que é extraído ao partir e torrar os grãos para produzir aquilo que conhecemos como óleo de argão.

Este óleo tem uma textura suave e é facilmente absorvido pela pele. Mas apesar da sua consistência leve, o que este óleo pode fazer pela pele pesa muito. Rico em nutrientes, incluindo vitamina E, ácidos gordos, esqualeno e antioxidantes, o óleo de argão protege, acalma e trata uma série de condições da pele.

Benefícios e aplicações do óleo de argan para a pele

Proteção solar;
Hidratação da pele;;
Tratamento das cutículas das unhas;
Prevenção e tratamento do acne e equilíbrio da pele oleosa
Tratamento de estrias;
Aumento da elasticidade da pele;

COMO USAR
Deite algumas gotas do óleo de argan nas pontas dos dedos e aplique na pele do rosto seca ou molhada. A zona a tratar deve estar limpa.
Massageie suavemente com movimentos circulares. Você pode fazer isso diariamente nas áreas que precisam de cuidados extras, como a região dos olhos, lábios, rugas, ou de dois em dois dias nos que requerem menos cuidados.

Benefícios e aplicações do óleo de argan para o cabelo

Regenera o cabelo, particularmente o sujeito a tratamentos químicos como a coloração, descoloração ou alisamento;
Tem propriedades condicionadoras, amaciadoras;
Devolve brilho e elasticidade aos fios;
Controla os cabelos rebeldes ou com eletricidade (frizz)

COMO USAR
No cabelo molhado: Lavar o cabelo com shampoo e retire o excesso de água. Aplique o óleo nos fios húmidos,  apenas no comprimento, massajando de cima para baixo. Enxague o cabelo após cerca de vinte minutos.
No cabelo seco: aplique algumas gotinhas de óleo de argan na palma da mão, esfregue uma mão na outra para aquecê-lo e passe no comprimento dos fios, evitando o couro cabeludo. Pode ser aplicado antes ou depois de pentear.

O óleo de rícino é um óleo vegetal extraído das sementes da planta Ricinus communis, rico em ácido ricinoleico, vitamina E, ácidos gordos e sais minerais, que ajudam a manter a hidratação do couro cabeludo e dos fios de cabelo.

O óleo de rícino é indicado para:

Hidratar os cabelos;
Melhorar a saúde dos folículos capilares;
Aumentar o brilho dos cabelos;
Fortalecer os fios de cabelo, evitando a sua quebra e criação de pontas duplas;
Ajudar a hidratar a pele do couro cabeludo;
Nutrir e fortalecer pestanas, barba e sobrancelhas;

Como utilizar o óleo de ricínio

No cabelo – aplicar algumas gotas do óleo de rícino, diariamente, nas pontas dos fios;

No couro cabeludo – Pode ser aplicado diretamente no couro cabeludo ou colocado em uma máscara para hidratação. Deixar por cerca de 30 minutos, e lavar os cabelos e o couro cabeludo em seguida; O óleo de rícino deve sempre ser retirado do couro cabeludo após o uso, devendo-se lavar bem, para evitar que o couro cabeludo fique oleoso, ou piore a caspa

Nas sobrancelhas – O óleo de rícino nas sobrancelhas pode ser usado para estimular o crescimento dos fios e dar uma aparência mais cheia às sobrancelhas. Pode-se aplicar umas gotas no cotonete e passar nas sobrancelhas, deixando agir por 30 minutos e enxaguar com água e sabonete neutro em seguida

Nas pestanas – Para nutrir, fortalecer e estimular o seu crescimento, pode-se aplicar duas vezes por semana, com a ajuda de um cotonete ou de uma escovinha pequena, umas gotas de óleo de rícino, nos cílios, deixando agir por 30 minutos, e lavar em seguida, com água.

Na barba – ajuda a manter a hidratação dos fios, além de nutrir e hidratar a barba, , deixando mais suave e com mais brilho. Para usar o óleo de rícino na barba, deve-se aplicar algumas gotas na palma das mãos, esfregar as mãos para espalhar o óleo e aplicar na barba, sendo recomendado massagear para que também penetre na pele do rosto. Deixar agir por toda a noite e lavar a barba e o rosto na manhã seguinte com água e sabonete. O óleo de rícino na barba pode ser aplicado até 3 vezes por semana, sendo recomendado lavar a barba e o rosto antes do seu uso, para facilitar a penetração do óleo.

O óleo de amêndoas doces, pelas suas propriedades hidratantes e antioxidantes pode ajudar a minimizar este problema com bastante eficácia. 

Muito versátil, pode ser utilizado para:

Hidratação da pele seca – Devido ao seu alto teor em ácidos gordos e vitamina E, este óleo é ideal para hidratar as peles mais secas.

Prevenção da formação de rugas no rosto e no pescoço – Massajar as zonas com uma gota de manhã e à noite confere elasticidade à pele e contribui para evitar o seu envelhecimento.

Prevenção da formação de estrias – deixa a pele mais macia e cuidada, em situações como gravidez, amamentação ou perca de peso.

Unhas fortes – fortalece e ajuda o crescimento das unhas, evitando que quebrem facilmente.

Formação de crosta láctea – apropriado para as crianças porque é natural. Espalhe o óleo de amêndoas doces na mão e depois no couro cabeludo do bebé, deixar atuar durante 30 minutos e limpar com uma toalha ou fralda de algodão macia.

Alongamento as pestanas – aplicar com o seu pincel de rímel antes de dormir.

Tratamento anti-queda do cabelo – Aplicar o óleo de amêndoas doces na raiz dos cabelos. Massajar bem. Deixar atuar durante a noite. Lavar normalmente de manhã.

Hidratação das pontas secas – recomenda-se aplicar umas gotas de óleo nas pontas do cabelo após lavagem.

Cuidados com a barba – Umas gotas diárias hidratam o pelo e dão brilho.  Se não usar barba, a aplicação do óleo de amêndoas doces deixa o rosto liso e macio, sem sensação de ardor.

Massagens – Numa massagem corporal é capaz de acalmar, relaxar e suavizar a pele. Como não é absorvido rapidamente, facilita os movimentos da massagem, melhorando a experiência.

Aromaterapia – o óleo de amêndoas doces pode ser utilizado como base para diluição dos óleos essenciais que, sozinhos, são muito concentrados. Com propriedades calmantes e um aroma muito suave.

Embora seja eficaz em todos os tipos de pele, a manteiga de Karité é uma escolha particularmente recomendável para a pele sensível e seca.

A manteiga de Karité nasce na noz da árvore de Karité e, na sua versão crua e não refinada, contém nutrientes preciosos, muito benéficos para a pele. As suas propriedades hidratantes, anti-nflamatórias e antienvelhecimento são conhecidas há vários séculos no continente africano, de onde é originária.

Alguns benefícios da manteiga de karité:

Aumenta a produção de colágeno;

Previne o envelhecimento precoce;

Ajuda a tratar cicatrizes;

Minimiza manchas de acne;

Suaviza as rugas;

Ajuda a prevenir e a tratar estrias.

Hidrata os lábios;

Protege contra raios UV;